Pesquisar este blog

Relógio

Vejam em outras línguas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
 

Páginas

7 de jun de 2016

Ricardo Batalha e suas indicações musicais

Pessoas que acompanham o blog desde sua origem, sabe a influência de várias pessoas no mundo jornalístico como Benjamin Back e Ricardo Batalha. O segundo recentemente em sua página oficial, divulgou 60 músicas de várias bandas de seu seleto conhecimento musical.
Deixo aqui para você ouvirem e avaliarem sobre estas bandas. 

Zumbis do Espaço: Em Missão de Santanás

                Em meios a projetos e também aos estudos acadêmicos que seu jornalista favorito, é quase impossível mexer no blog que lhe oferece música de qualidade. Mas as novidades musicais não param por ai. No dia 6/06/2016 a banda paulistana de horror punk Zumbis dos Espaço, lança o oitavo álbum da mesma, intitulado "Em uma Missão de Satanás". Pessoas podem achar estranho o estilo dos caras, por eles serem 'satânicos' em suas letras. Mas o próprio estilo é nada mais que um horror com aquele hardcore punk que sempre faz a gente remexer.
                O álbum em si está bem produzido e as letras sempre bem melodizada e letrada com as todas formas de horror.
Foto: Divulgação

Está disponível no aplicativo Spotify:




E está em pré venda: 
http://www.hbbstore.com/product/musica/60705/prevenda-06-06-zumbis-do-espaco-_em-uma-missao-de-satanas_-cd-digipack

Contudo a banda lançou dia 9 de junho, 3 dias do lançamento do seu oitavo disco o vídeo O Mal Imortal com participação espacial de Zé do Caixão:



Em breve Música A Cultura dos Nossos Ouvidos, terá mais postagens no blog e no Facebook.

Denny

30 de jul de 2015

Dune Hill: Banda tem conquistado seu espaço no cenário underground

        Por Renan Soares
           O Heavy Metal está longe de ser o estilo musical mais popular no Brasil, mas mesmo assim, há bandas de qualidade no país que lutam por um espaço no mercado fonográfico, um desses exemplos é o grupo de Hard Rock recifense Dune Hill. Fundada no fim de 2009, a banda começou com alguns amigos que queria apenas se divertir um pouco tocando músicas que eles curtiam. Mas aos poucos, essa brincadeira foi virando uma coisa séria, e em 2012, foi lançado seu primeiro trabalho, o EP “Big Bang Revolution”.
           O grupo que é formado atualmente pelo vocalista Leonardo Trevas, o baterista Otto Notaro, o baixista Pedro Maia, e os guitarristas André Pontes e Felipe Calado, vêm com a pretensão de reviver o bom e velho Hard Rock tradicional das décadas de 70 e 80.
 A banda já tocou em festivais como o Abril Pro Rock (2014) e o Festival de Inverno de Garanhuns (2013), e também já abriu apresentações de bandas renomadas como o Dr. Sin, o ex-vocalista do Angra, André Matos, e o próprio Angra, em maio desse ano.
O vocalista Leonardo Trevas falou um pouco de como foi abrir o show do segundo maior nome do Heavy Metal brasileiro. “Foi fantástico, sempre é uma responsabilidade muito grande abrir para uma banda grande como o Angra, a gente ensaiou umas cinco ou seis vezes só para esse show, e a recepção do público foi muito boa, a única coisa ruim foi que eu não consegui falar com os caras do Angra, mas o que eu meio que já esperava que fosse acontecer, eles são bem reservados.”
Segundo Trevas, um dos maiores obstáculos para a banda é se firmar no mercado nacional, e isso se deve a dificuldade financeira para o grupo entrar em uma turnê. “Muitas vezes a própria banda precisa custear essas turnês, o que dificulta bastante para a gente, e não tocando em outras cidades, nós não conseguimos fazer o nosso nome, esse tem sido nosso maior desafio”.
Trevas também diz que falta um pouco mais de união entre os integrantes na cena metaleira pernambucana. “Não é que todo mundo se odeie, muito pelo contrário, sendo que as bandas muitas vezes não conversam entre si a não ser que tenha um show de grande relevância na cidade, nós mesmos estamos tentando entrar em contato com bandas de outras cidades para que juntos a gente faça um festival para que haja um laço maior de irmandade entre os grupos.” Trevas também ressalta que faltam locais bons para que as bandas toquem na cidade e mais produtores que se preocupem divulgar o estilo.
A Dune Hill lançou em 2014 o seu primeiro CD intitulado “White Sands”, o mesmo pode ser ouvido na íntegra pelo soundcloud da banda, o https://soundcloud.com/dunehill
Acompanhe aqui também o clipe da banda "Miracles":

25 de fev de 2015

Projeto Ladislau

Foto: Divulgação
Está noite foi agitada, mas teve uma coisa boa conheci um projeto de rap gaúcho muito bom, sim aqui também postamos Rap.
Projeto Ladislau é um duo musical formado por Jo Leal e Felipe Rodrigues,  que nasceu em 1996 na zona sul de Porto Alegre. Ambos são ex-integrantes de bandas da cena musical porto-alegrense, e no ano de 1998, gravaram e lançaram sua primeira demo, o single “Rap da Beleza”. Em 1999 a música ganha nova versão e é selecionada no Festival de Música de Porto Alegre, onde alcança a fase semifinal. Com influências de grupos como Run DMC e Beastie Boys, além de bandas locais como Comunidade Nin-Jitsu, o duo divulgou a música online em uma época em que isso não era tão comum. No ano seguinte, 2000, o Projeto Ladislau estava entre os artistas mais populares de Porto Alegre no antigo site mp3.com, ao lado de bandas como Wonkavision, Video Hits e Ultramen. Já em 2002 gravam uma nova demo, com as músicas “Protesto” e “Blues do Amor”, e mais uma vez é atingida a fase semifinal no Festival de Música de Porto Alegre, com a extinta banda Prana servindo como apoio. Em 2004 chega a terceira participação no Festival, com o mesmo resultado das vezes anteriores. Neste mesmo ano também é lançado o single “Para!”. No ano de 2007, a música “Protesto” foi selecionada para virar ringtone no site da operadora Claro, dentro do projeto chamado de “Demo Hits”. Já em 2009 o duo lançou o single “Fiz Até Macumba”, flertando com o Charme e o R&B. Em 2012 são aprovados no Fumproarte mas ficam fora da seleção final, e em 2013 são contemplados no concurso da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre para financiamento do primeiro álbum, que foi gravado no primeiro semestre de 2014, contendo 10 faixas, que oscilam entre o rap, o rock, o reggae e até o blues.

Fui ouvir a banda no Soundcloud, da banda me encantei pelas músicas sinceras e críticas como Promessas, pelo seu tom pesado de mostrar como é o jogo do castelo de cartas que é o poder, quem é admirado House Of Cards captou a mensagem, que eles enrolam e invés de fazer uma coisa. Protesto foi daquelas que são reféns daqueles que nos representam.
Deixo onde pode procurar as músicas deste grande projeto.
Deezer
Itunes
Soundcloud
Spotify
Rdio
Palco Principal
4shared

Nas redes sociais:
Site Oficial
Youtube
Twitter
Facebook

Parabéns para o Projeto com suas músicas reflexivas e importantes no Brasil, isso mostra que tem esperança no Brasil.