Pesquisar este blog

Relógio

Vejam em outras línguas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
 

Páginas

21 de mar de 2010

Steven Tyler um vocalista que eu considero como Pai

Steven Tyler o cara que eu realmente falo que ele é um dos melhores vocais que escutei em toda minha vida, um cara que é melhor que seu ídolo Mick Jagger um cara que merece todo o respeito sua trajetória com o Aerosmith é sensacional uma voz aguda estupenda, comecei ouvir pela música Dream On uma música que está na minha playlist de rock. Fiz esse post pra falar que Aerosmith sem Steven Tyler é uma bosta. Steven sempre escutarei sua voz. @Denny_3

Paramore uma banda promissora :D

Umas das bandas prediletas das minhas amigas, que eu considero muito e dedico essa postagem pra ela, sim você Franciely, mas chamo ela de Francyzinha, bom vou falar da banda dela, uma banda que eu acho que vai ser muito boa mais pra frente, tem muitas qualidades essa banda,  seu primeiro álbum All We Know Is Falling, até que é bom mas precisava melhorar mais mas é bom, agora o CD Riot esse está excelente foi nele que comecei a interessar em Paramore, pelo single Crushcrushcrush que eu ouvi em 2008 na MTV, se apaixonei por esse single, uma ótima letra e musicalidade, depois que ouvi baixei o CD inteiro      
do Paramore, ao longo de 2008 passando estava no cinema vi um banner grande do Crepúsculo --' que eu sinceramente nunca gostei, mas respeito quem gosta, minha irmã e a homenageada tem os 4 Livros, bom vi na Soundtrack do Crepúsculo, vi que tinha duas músicas do Paramore Decode e I Caught Myself boas músicas, mas gostei mais da segunda, Decode estava enjoando pelo pessoal da modinha de Crepúsculo, mas depois desse epísodio triste chega em 2009 ouvindo os CD's e até o DVD The Final Riot que é bom por sinal, vejo noticias do novo CD deles, e lança o nome do CD Brand New Eyes, fiquei ansioso, chega o dia pra baixar, baixei e ouvi o CD não está fraco e nem excelente ele está razoável (ouvir e apericiar um dia sim ou dia não) mas gostei dele. Mas o que eu mais desejo que eles sejam uma promessa boa pra o Rock, e o estilos deles pop rock e aviso a você Franciely eu vou no show com você fica sussegado ^^. @Denny_3. PS: Ela que escolheu as fotos.



Os Poetas da minha infância e das decadas de 80 e 90

Vou falar um pouco dos caras que me influenciou e muito na minha infância Cazuza (direita) e Renato Russo (em baixo esquerda), os dois lideres da banda Barão Vermelho e Legião Urbana, que influenciou e muito minha infância, pois era as duas bandas brasileiras mas foda atualmente, sempre gostei das duas bandas, mas prefiro Legião Urbana tive mais influência deles, cresci ouvindo, mas antes via tudo na musicalidade, me arrependo por não ter mais contato a letras deles, mas com tudo acordei pro mundo pelas letras do Legião Urbana, pelo Tempo Perdido, Faroeste Cabloco, Que País é Esse Índios e Fabrica, mas também por sentimentos de amor pelas mulheres como a unica da minha vida Danielle Marin, mas essa é outra história, mas as músicas, Pais e Filhos , Eduardo e Mônica, Mais do Mesmo, Quando o Sol Bater na Janela do Seu Quarto e Ainda Cedo, me mostraram um amor infinito pelas mulheres e pelo Brasil, uma ação bem patriota,  um país onde que na época estava começando a ser uma nova democracia, mas sabe continuou a mesma coisa, invés de ter um país melhorando estava em uma 
corrupção grande por causa do Impeachment de Collor, um 
dos movimentos mais sociais do Brasil,
mas falando desses poetas, agora falo de Cazuza, 
ele também foi um dos principais poetas do Brasil, 
mostrou suas letras pra multidões cantando com sua banda 
Barão Vermelho com várias canções ótimas, como O Tempo não para, 
Maior Abandonado, Por você, Exagerado e Codinome Beija Flor.
Ambos os dois já morreram de AIDS, Cazuza em 1990 e Renato Russo em 1996, 
o Brasil sente falta deles, eu também. Um dos caras que com certeza posso falar que Te Amo pra eles,
um dos caras que eu sinceramente queria ir no show deles. Homenageio esta postagens a todos fãs
de Legião Urbana e Barão Vermelho que sabem a importância eles na nossa vida. @Denny_3

20 de mar de 2010

Jonny Cash e Bob Dylan um respeito muito grande por essas lendas.




Como é difícil escolher o melhor dos principais fundadores do gênero folk rock, um ótimo compositor que também tem respeito ao country, outro um compositor estupendo e elogiado demais por todos, Johnny Cash (esquerda) e Bob Dylan (em baixo direita) um dos melhores cantores de folk de todos os tempos respeitados igualmente a história dos dois. Apesar disso Johnny Cash,que morreu em 2003 por causa de diabetes virou lenda e o Bob Dylan que é ainda vive é também considerado uma lenda do Folk. Bob Dylan respeitado por várias bandas, como Rolling Stones, Foo Fighters e entre outras, já teve covers de bandas famosas como Gun's Roses com seu single Knocking Heavens Door um dos hits mas conhecidos de toda história do Rock 'n' Roll, que na versão brasileira é feita por Zé Ramalho pelo nome de Bate Na Porta do Céu, um hino e tanto no cenário mundial, Bob Dylan um dos caras mais críticas de todos os tempos em relação à música
Elogiou e muito uma canção composto por Dave Grohl, baterista do Nirvana e do Them Crooked Vultures e vocal e guitarrista do Foo Fighters, chamado Everlong álbum de 1997 The Colour And The Shape que está na 11º faixa desse disco, que considero o melhor disco do Foo Fighters. Além de elogiar esse single Bob Dylan tem 45 discos em toda sua carreira musical que começou em 1962, pena que eu não tenho mas vou buscar seu MP3, Johnny Cash por sua vez ganha por ter 149 álbuns em toda sua carreira que começou em 1954, pois eu digo esses dois são gênios e merecem todos o respeito ao dois, foi um dos que influenciou várias bandas, inclusive as bandas que eu considero as melhores  Led Zeppelin e Black Sabbath.Ouçam esses mestres e comentam depois :D. @Denny_3     

End Game: O Renascimento do Megadeth

Gente como esse album tá foda!, curti pra caramba meu, um dos melhores de 2009 mesmo, na minha humilde opinião só perde pra o Sonic Boom do Kiss, mas falando desse grande trabalho de Dave Mustaine e cia. dá pra perceber que o Megadeth tá com tudo pra tirar o posto do Metallica, que em seu último CD não me impressionou muito, o End Game tem solos otimos de Chris Boderick e apoio das bases de Mustaine, que sua voz está estupenda, as batidas fortes de Shawn Drover e o baixo de James LoMenzo com acompanhamento nas guitars. Atualmente a banda está em turne pelo mundo pelo Rust In Peace 20th Anniversary Tour que comemora 20º Aniversário do Rust In Peace e tem a volta do baixista David Ellefson mais informações da turnê no site http://www.megadeth.com/home.php Eu recomendo você ouvir esse álbum se você gosta de trash metal ou um som com solos refinados e otimos é bom você conferi  eu escuto direto quando vou pra escola:D @Denny_3

19 de mar de 2010

Ancioso para o Generation Wild


Como estou ansioso pra ouvir o trabalho dessa banda sueca, Crashdïet deve ser muito bom. 
Os dois primeiros CD's são estupidamente bons , espera em abril será lançado o novo cd, vou ouvir, se gostar vou comprá-lo e tê-lo agradeço ao Henrique um grande amigo meu que me mostrou essa banda, ele tem bom gosto, agora nem tanto, mas tem bandas que ele me mostra que são estupendas, espero que Simon Cruz seja um ótimo vocal, pra  banda, já ouvi quatro singles e são bons, mas não julgo nada antes de ver a capa e o conteúdo. 
Força e determinação pra eles. 
Pra vcs ouvirem tem dois downloads o da 1º faixa e de um álbum EP.
http://www.4shared.com/file/239200714/b7f58870/Crashdiet_01Armageddon.html
http://www.mediafire.com/?editkmjjzyn 


@Denny_3 e Henrique (henrique_preis@hotmail.com)

Green Day está trabalhando no próximo disco



O Green Day já está trabalhando em material inédito. Em entrevista à publicação musical Kerrang!, Billie Joe Armstrong disse que o trio está nas primeiras etapas de trabalho para o lançamento de um novo álbum, ainda sem título divulgado.

"Gravamos alguma demos em Berlim, algumas em Estocolmo, outras em Glasgow e em Amsterdã", revelou o frontman. As gravações ocorreram durante a turnê europeia do Green Day, realizada durante o segundo semestre de 2009.

Não há informações ainda sobre quantas faixas o álbum terá, tampouco quando será lançado - o que, segundo ao veículo, deve acontecer em breve. O último disco do Green Day foi 
21st Century Breakdown, lançado em 2009, cinco anos após American Idiot. (fonte: www.rollingstones.com.br)
Comentário do @Denny_3: Novo CD será que eles não curtiram o 21st Century Breakdown?? Bom sinceramente tomara que eles melhorem o de 2009 não tá 100% bom ^^ boa sorte :D

Weezer: Nerd?? Só no estilo

Weezer é uma banda de rock alternativo formada em Los Angeles, California em 1992. Seus integrantes são Rivers Cuomo (vocal principal, guitarra), Brian Bell (guitarra rítmica, vocal de apoio, teclados, gaita), Patrick Wilson (bateria, vocal de apoio, guitarra) e Scott Shriner (baixo, teclados, vocal de apoio), além de, desde 2009, Josh Freese (baterista no Nine Inch Nails, Devo, A Perfect Circle e The Vandals) ajudar nos shows tocando bateria.
O Weezer sempre foi famoso pelo visual nerd/geek dos seus integrantes (principalmente do vocalista Rivers Cuomo), além de ter um videoclipe deles no CD de instalação do Windows 95.
A banda foi formada no dia 14 de fevereiro de 1992 em Los Angeles. Eles foram tocando em vários bares e boates, até que em 1993, assinaram com a Geffen Records (aquela do Guns n’ Roses).
Assim, eles gravaram seu primeiro álbum de estúdio, lançado no dia 10 de maio de 1994, chamado Weezer, ou The Blue Album (por causa dos integrantes da banda estarem num fundo azul na foto do álbum).
O álbum estourou nos Estados Unidos (mais precisamente as faixas “Say it Ain’t So”, Buddy Holly” [até hoje os maiores sucessos do Weezer] e “Undone”).
Um ano depois, eles começaram a gravar o segundo álbum, que foi lançado no outono de 1996, entitulado Pinkerton. A ideia original era fazer um álbum no estilo de opera-rock (como, por exemplo, American Idiot, do Green Day), tanto é que até foi gravado (e está disponível na internet, só procurar), mas a banda desistiu da ideia de lançá-lo.
Depois desse álbum, a banda deu um descanso e foi trabalhar em projetos paralelos. O então baixista da banda, Matt Sharp, criou um grupo chamado The Rentals (que contou com a participação do baterista do Weezer, Patrick), e logo em 1998 afirmou que estava se demitindo do Weezer. Com a saída de Matt, eles chamaram Mikey Welsh (amigo de Rivers) para se juntar à banda.
 Em dezembro de 2000 começaram a gravar o terceiro álbum, novamente chamado Weezer, mas agora ficou conhecido como The Green Album.
O álbum se tornou conhecido pelas guitarras distorcidas e efeitos de pedal, mas o maior sucesso foi a baladinha “Island In The Sun”, talvez o terceiro maior hit da história do Weezer. Um pouco depois do lançamento do álbum, o baixista Mikey Welsh teve um colapso mental e foi trocado por Scott Shriner.
Um ano depois, lançaram Maladroit, com menos sucesso que seus antecessores.
Em 2005, o Weezer lançou Make Believe, com um sucesso maior que o seu antecessor Maladroit. Os maiores hits do álbum foram “Beverly Hills” e “Perfect Situation”.
Três anos depois, o Weezer lança Red Album, um álbum completamente diferente dos anteriores, partindo pra uma sonoridade mais pop rock (talvez influenciado pela mudança de gravadora: da Geffen pra Interscope). Mesmo assim, o álbum ainda contém músicas boas, como “The Greatest Man That Ever Lived” (aonde eles parodiam bandas como Aerosmith, Slipknot e Green Day, além do rei Elvis) e “Pork and Beans”.
Mais recentemente, eles lançaram o álbum Raditude, com a mesma sonoridade do Red, além da participação de rappers como Jermaine Dupri e Lil’ Wayne.
Em dezembro de 2009, o Weezer saiu da Interscope Records e agora vai lançar álbuns pela internet (como o Radiohead, que lançou In Rainbows, em 2007, por download pago). Ygor (ygor_piva@hotmail.com)

Os “Deuses da Musica'' The Beatles


Em meio à turbulência dos anos 60, verdadeiros deuses reinaram sobre a Terra. Um deles, vestido com seu manto imaculadamente branco chegou a parar guerras. Outros quatro revolucionaram costumes e, da mesma forma, atraíram a atenção de milhões e milhões. 
     Um mundo pequeno, conturbado, em plena ebulição. Neste cenário, Pelé e o Santos FC desfilaram as maravilhas de um futebol que a todos encantava e chegou a promover tréguas em várias partes do Planeta, para que os litigantes pudessem vê-los de perto. 
     Neste mesmo período, um grupo de rock de uma cidade portuária da Inglaterra (Liverpool) provocaria manifestações de histeria em todos os cantos e, por cinco minutos, tempo exato de sua apresentação em um programa de uma rede de TV americana, promoveria um milagre na mais poderosa e beligerante das nações: por exatos 300 segundos, nenhum homicídio foi registrado nos Estados Unidos. O país literalmente parou para acompanhar a exibição dos Beatles no Ed Sullivan Show, em 9 de fevereiro de 1964. 
     Em toda parte, jovens de todas as idades, fiéis, extremamente devotados, erigiam, mesmo que hipoteticamente, altares aos novos deuses da música. John, Paul, George e Ringo assumiam uma condição ímpar. John, em uma entrevista à repórter Maureen Cleave, do Evening Standard, de Londres, teria ido ao extremo de proclamar a supremacia dos Beatles sobre o cristianismo. "Somos mais populares que Jesus Cristo". 
     Na verdade, porém, a frase fora propositadamente tirada de contexto para dar margem à uma campanha caluniosa movida por determinados segmentos da mídia norte-americana, com a finalidade, quem sabe, de promover uma reserva de mercado para músicos americanos, ameaçados pela crescente invasão britânica. 
     “John certamente não estava comparando os Beatles com Cristo. Ele estava apenas observando que tal era o estado do Cristianismo que os Beatles eram, para muitas pessoas, mais conhecidos. Ele estava deplorando isso, e não aprovando”, afirmou Maureen Cleave, em uma entrevista posterior. 
     A despeito das polêmicas, as canções dos Beatles serviram a todas as ideologias, eles falaram sobre as injustiças, as desigualdades, mas também exaltaram a vida de luxos e riqueza, serviram de porta voz da massa e também serviram de propaganda do status quo quando se tornaram membros do império britânico. 
     Lutaram contra a guerra do Vietnã, a dominação do capital sobre os pobres países do terceiro mundo, mas também foram uma das mais fortes bandeiras do sistema vigente, pois mostrava que um grupo de rapazes de origem operária poderiam se tornar ricos e famosos, num caso que só poderia Ter acontecido sob a bandeira do capitalismo. "Seja bom e vença na vida". 
     Eles foram revolucionários, ousados, cantaram o amor, mas também o sexo, cantaram a solidariedade, mas também as drogas, falaram sobre o pequeno cotidiano e as questões mais universais, cantaram sobre o limitado e o infinito, a juventude e a velhice, a amizade e a melancolia, a solidão e a esperança, enfim os Beatles cantaram sobre tudo o que nós sentíamos. 
     Assim como o garoto da música, Renata Agondi amou os Beatles. Uma paixão despertada pela influência direta do pai, Raul Agondi, também um fã incondicional do grupo. Uma grande paixão. Mais do que um caso de amor com aqueles quatro rapazes. Uma simbiose que se permitia a Renata mostrar-se doce (Paul), revoltada (John), discreta (George) e espirituosa (Ringo), proporcionava aos quatro uma união inabalável, perene, mesmo que restrita ao mundo de uma aquariana sonhadora. 
     Não foi apenas acaso Liverpool ter sido a cidade de origem do maior e mais revolucionário fenômeno musical popular da história. O fato de ser uma cidade portuária fazia com que as novidades vindas da América chegassem inicialmente a Liverpool e daí ao resto da Inglaterra e Europa.


Em 1956 John Winston Lennon forma a sua primeira banda de rock, nomeada The Quarrymen e passa a tocar em igrejas e festas escolares. Pouco depois, Paul McCartney, que chegou a ser baterista por um curto período, assumiria a segunda guitarra na banda. Mais tarde Paul trouxe para banda George Harrison, também guitarrista e John, Stuart Sutcliffe (baixista). A banda é completada pelo baterista Tommy Moore, depois substituído por Pete Best e, finalmente, por Ringo Star). 
     A banda ganhou outros nomes, entre os quais Johnny (diminutivo de John) and The Moondogs (Cachorros da Lua). Foi de Sutcliffe, ou simplesmente Stu, a sugestão de chamar o grupo de The Silver Beatles (Os besouros prateados) em alusão à banda The Crickets (Os grilos), de Buddy Holy. Mais tarde, o nome foi reduzido apenas para Beetles e a ortografia correta foi mudada para Beatles fazendo um trocadilho com "beat" (batida). 
     O grande passo da banda ocorreu quando os Beatles foram descobertos pelo empresário Brian Epstein, dono de uma loja de discos e grande responsável pela explosão da banda. 
     Apesar do sucesso absoluto na Inglaterra e Europa, os Estados Unidos, grande mercado e a nação que definia o mercado mundial de música, se negava a aceitar os Beatles. 
     Mais uma vez coube a Brian Epstein mudar a situação agendando uma apresentação dos Beatles no maior programa de televisão americano, o Ed Sullivan Show. A América nota que havia naquela banda estranha de garotos cabeludos algo que faltava aos artistas americanos. 
     Tem início a beatlemania, registrada no filme A Hard Day's Night, que documentava um dia na vida dos Beatles e que foi acompanhado pela trilha sonora de mesmo nome. 
     A evolução musical e amadurecimento da banda se reflete no disco Rubber Soul lançado no final de 1965. As músicas bobas da fase inicial dariam lugar a arranjos complexos, instrumentos exóticos, experimentação no estúdio e letras elaboradas. Pela primeira vez o rock era encarado com seriedade e deixava de ser apenas uma forma de diversão. 
     Com o comunicado oficial do fim da banda em 10 de Abril de 1970 a gravadora terminou a mixagem do material gravado do projeto Get back e lançou o disco Let it Be . Desde então os apreciadores da banda passaram a fomentar uma nova reunião que só viria a ser descartada de vez com a morte de John Lennon em 1980. 
     Eles permaneceram juntos por pouco mais dez uma década. Mas deu tempo suficiente para que mudassem o mundo e ditassem normas de comportamento, principalmente musical. 
     Nada menos do que 27 de suas músicas alcançaram o primeiro lugar nas paradas de sucesso. E a obra prima do grupo, o Álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band (Banda do Clube dos Corações Solitários do Sargento Pimenta) foi eleita o melhor disco de todos os tempos, segundo a bíblia dos roqueiros, a revista norte-americana Rolling Stone. 
     Além de "Sgt. Pepper's ", de 1967, outros três discos da banda inglesa - Revolver, Rubber Soul e White Album (no qual está inserido Revolution 9 )- figuram 
     Entre as 10 primeiras posições da lista com os 500 maiores discos de rock, ocupando os terceiro, quinto e décimos lugares, respectivamente Outro disco dos Beatles, Abbey Road , ocupa a 14a. colocação. 


     OS BEATLES - John Lennon, o rocker, foi desde sempre o eterno adolescente revoltado, defensor das causas perdidas, marcado por uma infância e relações familiares difíceis. Se Paul era o "designer" melódico dos Beatles, era John, assassinado com um tiro de revólver a 8 de Dezembro de 1980, quem lhe insuflava a energia e a rebeldia ou as ousadias experimentais que tiveram o seu auge em Revolution 9 , a contra-canção do mítico White Album, composta à revelia dos seus três companheiros. Faltava um quase nada para que toda esta raiva acumulada e atitude revolucionária se traduzissem numa posição de marginalidade no seio do grupo. Esse "quase nada" (para Paul era mesmo nada...) chamou-se Yoko Ono. Com ela, John aprendeu o outro lado do amor, o ciúme, o escândalo como arte, mas também a soltar definitivamente a sua veia de rocker. Também com ela, diz-se, começou o fim dos Beatles. 
     Paul McCartney, o romântico, era e é o compositor das baladas sem mácula. Já depois da separação dos quatro Beatles, John Lennon criticava-o por escrever para os Wings "silly love songs", demasiado melosas. Consta que Lennon nunca lhe perdoou o fato de ter sido Paul o único autor creditado em Yesterday, canção através da qual muitos se identificam com a música dos "fab four" de Liverpool. A verdade, porém, é que Paul McCartney era o gênio melódico do grupo. O compositor das melodias perfeitas que se colavam aos ouvidos de forma sobrenatural. 
     George Harrison, o místico, foi bem mais do que um músico notável. O choque com o romantismo de Paul e as loucuras de John Lennon (que levara Paul para os Quarrymen) viria a revelar-se difícil em vários períodos da vida dos Beatles. No entanto, Harrison fica para a história como o elemento mais conciliador, disposto a arriscar tudo pela coesão do grupo, sobretudo quando parecia ameaçada. Muito antes das aulas de ioga se terem tornado obrigatórias para quem, no Ocidente, procurava cultivar um certo gosto pela evasão, George Harrison embrenhou-se a fundo em processos de meditação, chegando mesmo a influenciar decisivamente os outros três Beatles. 
     Em 1992, numa entrevista à revista "Billboard" em que fazia uma retrospectiva da sua carreira, George Harrison declarou que a sua ligação ao hinduísmo lhe permitiu "abrir uma porta que estava no fundo da sua consciência", acrescentando ainda que a substituição de drogas alucinogênias como o LSD pela meditação se deveu às maiores faculdades criativas que esta permitia. O seu primeiro disco a solo, o álbum triplo All Things Must Pass , anunciava alguém que não temia a morte, estando certo de que a vida terrena não era senão uma passagem. 
     Ringo Starr, o brincalhão, foi acusado de tocar mal bateria, mas sem ele a música dos Beatles teria sido outra. Ringo Starr nunca se preocupou muito com isso. A sua personalidade conseguiu sempre superar a ausência de verdadeiras capacidades musicais ao mesmo tempo que funcionava como escape para aliviar as tensões acumuladas entre John e Paul. Ele era o baterista dos Beatles e isso chegava-lhe, com uma pequena ajuda dos amigos (é sua a voz que canta With a little help from my friends ). A sua bonomia e proverbial boa disposição - imortalizados no celulóide, na figura do bobo ingênuo.
  Em filmes como A Hard Day's Night e Help! - valeram-lhe a simpatia de todos, ainda que poucos lhe reconhecessem o talento como músico. Mas também sem ele, sem uma canção como Don't pass me by, o White Album teria ficado mais escuro. Feito por Danilo (lokimg789@hotmail.com) :D
  

18 de mar de 2010

Homenagem ao Group do Green Day :D

Green Day uma banda americana, do estilo punk rock, formada por Billie Joe que está no meio (vocal e guitar), Mike Dirnt (baixo) e Tré Cool (bateria). Uma banda que já conquistou várias vezes minha opinião critica, uma critica contra o imperialismo do EUA, em suas músicas do CD de 2004 American Idiot, mas não foi ai que ouvi Green Day, ouvi uma música do Nimrod chamada Good Riddance (Time of Your Life), na Mix fm, nem tinha internet naquele tempo. era considerado modinha pois não tinha como acompanhar tudo. Mas o tempo agora são outros, começei ouvir seus antigos CD's, Lives, Singles e Raridades da banda, gostei muito por sinal, dos CD's principalmente de Dookie, um álbum de 1994 que foi considerado o melhor deles e eu concordo pois é muito critico, principalmente no single Longview, que fala como a TV não tem nada de interresante e todos assistem principalmente pra se masturbar e que faz uma critica breve sobre a indústria pornográfica do EUA, entre outras letras essa é a que me marcou, agora falando de seus últimos CD's American Idiot e 21st Century Breakdown, são bons álbuns mas eles já fizeram melhores como o próprio Dookie, Warning, Kerplunk e Nimrod. O trabalho bem mais feito é do American Idiot que é bem conservador e critico, fale bem que o que eles querem no EUA, um país bom sem por seus próprios habitantes não participem de guerra e exploração dos oprimidos dos EUA, o single Wake Me Up Setember Ends é homenageado pelo o pai de Billie, mas em seu clipe mostra que a guerra do Iraque estava parecendo a Guerra do Vietnã, só gastando dinheiro, e nada investido no país. Agora falando do novo álbum 21st Century Breakdown, achei bom principalmente no single East Jesus Nowhere, um otimo single por sinal, pela musicalidade e também instrumental. Esse single critica a relação das igrejas falsas que existem lá que só usam as pessoas por dinheiro, resumindo esse CD é apenas nota 6,0 mas está bom. Lembrando aos leitores Green Day já foi minha banda predileta na época que eu nem tinha internet, eles agoram tão bem longe disso, do estilo punk estão na top 10 mas em bandas estão no top 40. E Isso é uma homenagem aos meus grandes amigos do Green Day Group do meu msn ^^. Bom seguem --> @Denny_3.

ISSO QUE É FUNK :D


Red Hot Chilli Peppers

Faith No More
Janne's Addiction
Rage Against Machine
Suicidal Tendencies

Isso é o verdadeiro funk que você tem que ouvir. Essas são os principais como: Red Hot Chilli Peppers, Faith No More, Janne's Addiction, Rage Against Machine, Suicidal Tendencies, entre outras. Funk de verdade é protesto e músicas pra zoar o governo, um funk do caralho, não esses que de São Paulo e Rio de Janeiro ouçam, aquilo não chega nem perto do Rap, aquilo é puro machismo, vulgarizando cada vez mais as mulheres. Onde já se viu falar que aquilo é funk, é pois é minha gente, ''Funk'' que seus vizinhos irritantes ouçam não é exatamente o nome funk e sim poluição sonora, queria que vocês do meu blog entra se numa como no orkut, uma comu que tem que bombar de verdade ^^ http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=57516324 ajudem por favor :D, agora falando do verdadeiro funk ouçam essas bandas são otimas, mas ouçam mesmo assim principalmente o Red Hot Chilli Peppers que é briza atrás de briza :D Seguem --> @Denny_3

Led Zeppelin




O que eu posso falar da banda mais emocionante que eu e o mundo ouviu, e que todos da minha idade seu sonho era ir no show deles, sim estou falando de Led Zeppelin, formada por Jonh Bonham (bateria), Robert Plaint (vocal), Jonh Paul Jones (baixo) e Jimmy Page (guitarrista). Essa banda me anima muito quando ouço, principalmente com as músicas Stairway To Heaven e Black Dog do álbum Led Zeppelin IV, primeiro e quarto single. Uma banda que realmente entra pra história do Rock. Inventou um heavy metal com blues. Uma otima banda que acabou em 1980, após a morte de Jonh Boham, um dos melhores bateristas de todos tempos, respeito e admiro muito ele. Falando da banda inspirou muita gente famosa também pelas canções iguais a do Black Sabbath contra o Ocultismo e Capitalismo. Todos seus CD's são muitos bons que realmente ouço e escuto sempre principalmente os 4 primeiros CD's eles vão tá marcado na minha memória. Se eu tivesse um desejo agora ia pedir pra voltar no tempo pra assitir Robert, Jimmy Page, Jonh P. J. e Jonh B. tocarem no meu niver :D Não tenho nem palavras a falar dessa banda magnifica tanto musical, instrumental e também na letra :D Seguem --> @Denny_3

Sugestões pra ouvir e opinar suas criticas :D


Você deve conhecer todos de esquerda pra direita Michael Anthony ex da banda Van Halen uma otima banda por sinal, Chad Smith (Red Hot Chilli Peppers), Joe Satriani que eu citei em minha ultima postagem que também foi guitarrista do Deep Purple atualmente trabalha junto com Sammy Hangar, que está no ultimo de esquerda pra direita.
Bom essa banda é de 2009 e se chama Chickenfoot, uma banda que eu comecei ouvir esse ano por indicação de uma revista que compro mensalmente e recomendo ROADIE CREW uma revista voltada ao Classic Rock ao Heavy Metal, inclusivemente tava falando de bandas revelações e seus editores dessa revista apontaram em 1º lugar de revelação, eu discordei por que na 4º na lista está a banda que estou considerando uma revelação da decada, mas ouvi essa banda gostei muito, pelas musicalidades, pelos solos lindos de Joe Satriani, batidas de Chad Smith e o agudo belíssimo de Sammy Hangar, uma otima banda pra vocês ouvirem.
Bom essa banda que dedico e mostro pra vocês ouvirem muito e considero a melhor banda de toda a decada de 2000 ateh 2010, por enquanto ela se chama Them Crooked Vultures, uma banda formada por ótimos músicos Dave Grohl que vocês devem conhecer muito bem mesmo por ele tocar das melhores bandas de Grunge de todos tempos Nirvana que era baterista nessa banda, e toca numa banda que ele é vocalista e guitarrista e canta muito bem no Foo Fighters, e nessa banda ele volta ser baterista, além de fazer um breve passagem no Queen Of Stone Age, que tem um intregante nessa banda o vocal e guitar dessa superbanda é ninguém mesmo que Josh Homme, que também já participou da banda Eagles Of Death Metal, otima banda que você pode escutar também, agora falando do mestre dos mestres do baixo uns dos que inspiro quando vou aprender tocar baixo além de Flea (Red Hot Chilli Peppers), Gezer Butler (Black Sabbath e GBZ) e Tim Commerford (Rage Against Machine), o mestre Sir Jonh Paul Jones com todo respeito, um dos melhores baixistas que já ouvi em toda minha vida, e eu tenho apenas 17 anos, mas tirando os meritos desse mestre, ouça bem essa banda vale a pena escutar, a revista Rolling Stones critica que parece a banda dos três, é verdade mas o que não vale a pena ouvir de novo um belo e velho Nirvana e Led Zeppelin :D.
Bom continuando com recomendações ouça essa banda australiana, que simplesmente é inspirada pelos reis do estilo rock'n'roll AC/DC, essa banda abre todas as apresentações do AC/DC na Austrália, e também na Oceania, uma banda que começei ouvir nos meados de março de 2009 pelo Last Fm, quando era gratuito ainda, uma banda que vai crescer cada vez mais faz um sucesso estupendo, tem dois CD's e eu recomendo ouvir os dois, o de 201o Not Guts, No Glory é um ótimo CD mas o primeiro sem duvida é o melhor que foi lançado em 2007 Runnin' Wild, que começei ouvir, recomendo e muito essa banda formada Joel O'Keeffe (vocal e guitar solo), David Roads (guitar base), Ryan O'Keeffe (baixo) e Justin Street (bateria). Vale a pena conferir.



Bom agora vou falar um pouco de Black Tide, uma banda hard rock, Americana que tem infuencias fortes de Metallica, parece muito Avenged Sevenfold, mas essa banda que o vocal e guitarrista Gabriel Garcia que gravou o único CD deles Light From Above que também é um ótimo CD por sinal, semana passada comprei ele mas não pra mim por sinal e sim por um fascinado por estilo hard core meu grande amigo Charles (que vai ajudar aqui no cenário hard core e undeground, com bandas novas brasileiras e até internacionais) que completou 18 anos, e está a procura de baixista e vocal de sua banda Defronte que afinal eu e ele somos os compositores, mas agora falando de Black Tide Gabriel tinha apenas 15 anos e demais com a casa de 19 anos e tals. Mas uma banda pra você conferir mesmo. Bom isso é só o começo do meu blog mais tarde tem mais :D. Seguem --> @Denny_3

17 de mar de 2010

Slash o melhor guitarrista após Jimmi Hendrix??

Saul Hudson mas conhecido por todos de Slash, muitos fãs de Gun's Roses e Velvet Revolver e críticos famosos acham ele o melhor guitarrista do mundo depois de Jimmi Hendrix, mas sinceramente minha gente querida ele pode tocar pra caralho, se o melhor em distorção e tals, mas na minha opinião ele não é o melhor, porque tem muitos melhores que ele, Jimmy Page e Joe Satriani ganha dele, e muitos outros ele toca bem isso eu sei, mas falta mas qualidade e tecnica pra ele, e muita experiências, aprender solos bem limpos, mas considero ele entre os 10 melhores. Ele não tocaria na minha banda pois não são tão fã de Gun's e muito menos que Velvet Revolver, mas as bandas dos meus sonhos ele também num estaria, mas respeito muito ele pela história que ele fez no Gun's achei injusto o Axl Rose tirar ele, mas aquele obeso estragou o Gun's, olha o CD ''Chinese Democracy'' não lembra nada o Gun's antigo, mas tem que aguentar ainda aquele obeso drogado. Bom só isso mais tarde posto :D. Seguem --> @Denny_3.

Metallica X Megadeth


























Umas das bandas mas respeitadas do metal, outra que tem o ex - integrante da banda mais respeitadas que sai com uma injustiça e fez uma banda que pode ser considerada melhor. Estou falando de Metallica (baixo) e Megadeth (cima), essas bandas conhecidas com um ótimo envolvimento de thrash metal, tem uma richa, que dura desde 1983 após a demissão de Dave Mustaine do Metallica motivos não sei, mas com a saída de Mustaine Metallica não foi o mesmo, teve poucos álbuns elogiados, desses legados curtir só a época ''Black Album'' e ''Reload/Load'' e achei o ''Saint Anger'' um lixo os anteriores são compostos pelo Dave, o ''Death Magnetic'' de 2008 não foi um dos espetáculos mas foi um bom álbum :D, enquanto a banda de Dave Mustaine, a cada álbum vejo evolução e estão mesmo dispostos a substituir o topo do Metallica, que eu não considero o melhor do trash, mas em história sim eles merecem :D. Vocês fãs de Mustaine e Metallica compara o ''Death Magnetic'' do Metallica e o ''End Game'' do Megadeth ai vocês sabem do que pode estar parecendo loucura ou não Megadeth está melhor que Metallica. Bom chega por hoje e postem e seguem @Denny_3.

Black Sabbath, uma inspiração é pouca pra essa banda

Black Sabbath, foi uma banda que inspirou muita banda famosa por ai como Metallica, Iron Maiden e entre outras, sua formação clássica é formada por Ozzy Osbourne nos vocais, Tony Iommi na guitarra, Geezer Butler no baixo e um compositor otimo e baterista excelente Bill Ward (todos eles na foto). Umas das bandas que realmente eu admiro em suas letras, musicalidade e instrumental, entre tanto minha banda predileta, mas não só por isso estou postando, e sim pelas letras deles, que muitas pessoas ao longo do tempo criticaram eles de ''satanismo'', ao falar tanto de Satã e Deus, parecendo as letras maçonicas, mas na verdade mostrava em suas letras como era o Ocultismo, os covardes do políticos dos EUA e dos países capitalistas, que só queria guerras pra gerar lucros pessoais, mostrava pra pessoas como era realmente o principal causador do Ocultismo, mas todos o criticavam, midias e midias pensavam que queria trazer o demonio :S pura ilusão, só queria mostrar a realidade. Mas essa época de gloria acaba em 1978 quando Ozzy Osbourne sai do grupo, por motivos pessoais. e entra um cara que eu admiro muito e torço mto por ele pra q ele melhore logo e faça o show com os caras ai :D
o nome desse ser se chama Ronnie James Dio (foto), mais conhecido Dio, ele simplesmente tem uma voz excelente e tal, mas pra mim não foi um dos melhores vocais do Black Sabbath, está em 3º, 1º logico que é o Ozzy, mas o segundo conto depois, mais a respeito de Dio, um otimo cantor. Agora contando um pouco sobre a historia do Dio no Black Sabbath, foi um dos melhores momentos do Black Sabbath também quando entro, substituiu a altura o Ozzy, mas depois em 1980 o baterista Bill Ward, saiu também da banda por motivos pessoais, e em seu lugar entro Vinny Appice, um ótimo baterista alias, mas não comparece com as batidas do Bill Ward, mas vamos lá falar da segunda formação mais clássica do Black Sabbath, um dos CD's mais vendidos do Black Sabbath ''Heaven and Hell'', um ótimo CD alias, mas os seguintes albuns decliniu muito, que a mídia chamava ele de ''pequeno Hitler'', que o obrigou sair da banda, junto com Vinny Appice. A partir dai Black Sabbath, sai soh pra reuniões, fazia instrumentais, e tals. e com isso chega Ian Gillan(foto). Fãs do Deep Purple deve saber que eu estou falando :D.
O Ex - vocalista da banda Deep Purple, o cara que consagrou no Deep Purple já passou pelo Black Sabbath, mas sinceramente foi umas das piores momentos
de sua vida, soh gravou 2 albuns, muitos criticas falam que a banda não era mais Black Sabbath, e sim Black Purple, eu critico concordo, mas o Black Sabbath ficou ruim, na atuação dele, mas alguns lembram que era Deep Purple, inves de ignorar a criticas, Ian Gillan, se foi, e Black Sabbath novamente fica sem vocal, e sem baixista também. Geezer Butler, saiu da banda, por montar uma banda GZR, mas com isso Black Sabbath, ficou um tempão parado, sem nada pra fazer. Até um certo tempo nos inícios de 1990 chega Tony Martin, um ótimo vocalista também que eu considero como o 2º melhor vocalista do Black Sabbath, lembro muito do Ozzy e do 1º álbum do Dio, um dos vocais, que admiro muito Tony Martin, um que merece atenção demais, ele foi o responsável de tirar o Black Sabbath do túmulo, aquele que deve ter o total respeito, um dos timbres e agudos, que já ouvi em toda minha vida, o cara é foda, mas com ele o Black Sabbath voltou a rotina e voltou com grande sucesso, com estilo, voltou Geezer no baixo, mas nas bateras Eric Singer, atual baterista do Kiss, um baita baterista também, que mais tarde comento do novo CD do Kiss.
Pra não tirar o habito vo por a foto do Tony Martin. Esse ai é o 2º melhor vocal do Black Sabbath. Mas ele só durou 5 álbuns, mas depois que ele saiu Black Sabbath virou só Reuniões, Ozzy chama os intregantes no OzzyFest, Ozzy Osbourne continua na carreira solo, Tony Iommi e Gezzer Buttler, estão no projeto Heaven And Hell, com Ronnie James Dio e Vinny Appice, e Bill Ward, continua descançando pois não aceitou entrar nesse projeto. Bom se curtiram comentam minha critica :D @Denny_3