Pesquisar este blog

Relógio

Vejam em outras línguas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
 

Páginas

31 de jul de 2010

Avenged Sevenfold e Nightmare, o metal da California

Olá queridos leitores do Blog! :B
Hoje apresentarei o novo CD do a7x (Avenged Sevenfold) a todos os que não conhecem. O CD vinha sendo produzido desde o ano passado, e foi lançado no dia 27 deste mês.
Algumas informações básicas sobre a banda:
A banda atualmente, é composta pelos seguintes integrantes: M. Shadows (vocal, piano), Synyster Gates (vocalde apoio, guitarra solo), Zacky Vengeance (vocal de apoio, guitarra base), Johnny Christ (vocal de apoio, baixo) e Mike Portnoy (bateria 2010).
O a7x foi formado em 1999 na cidade de Huntington Beach, na California, e vem mostrando ótimos trabalhos durante os últimos anos. A banda é dita como metal alternativo, mas, em muitas músicas, os estilos variam. Sou bastante suspeita pra falar da banda, pois é uma das minhas preferidas! :B
Sem dúvida alguma, todos os fãns da banda ficaram muito felizes com o novo álbum. Desde já, o número de fãns, que já era grande, começa a aumentar. Aconteceram muitas mudanças desde a morte de The Rev (ex baterista da banda 1999-2009), e sem dúvidas, ele sempre será lembrado pelos fãns, e principalmente, pelos amigos da banda.


Setlist de Nightmare:


01- Nightmare
02- Welcome to the Family
03- Danger Line
04- Buried Alive
05- Natural Born Killer
06- So Far Away
07- God Hates Us
08- Victmin
09- Tonight the World Dies
10- Fiction
11- Save Me







Clipe de Nightmare:

29 de jul de 2010

Entrevista com a Kakophilia




Olá Pessoal!

Aqui é a @Dyedre_P, e esta é minha primeira entrevista pro blog ''Música A Cultura dos Nossos Ouvidos'', mas virão outras, claro que sim! \o 

Estou aqui com Thales Lari. Ele é compositor, guitarrista e vocal da banda Kakophilia.

O Kakophilia já tem um EP disponível na internet, que contém apenas alguns experimentalismos, organizadas com o mínimo de gravações e instrumentos. Atualmente está se estruturando em um novo projeto, tendo o apoio de uma banda com Jonathan Venute (bateria), Dário Fernando (baixo), Luís Gotta (teclado), dentre outros integrantes, onde estão ensaiando músicas próprias e cover de grupos alternativos como Pere Ubu e Joy Division. A banda não tem um direcionamento musical definido, mas o novo projeto irá misturar rock, sons eletronicos e experimentalismo no geral. 

Agora que vocês já sabem um pouco sobre a Banda Kakophilia, vamos entrevistar o Thales e mostrar pra vocês que ainda surgem bandas decentes que talvez existam já há tempos, mas que agora estão ganhando mais espaço no mercado musical da sociedade Brasileira. Aleluias né rs.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Olá Thales. Obrigada por aceitar a entrevista. Primeiramente, qual é o significado da música para você?
Thales Lari: Básicamente movimentos cadenciados pelo som. Simplesmente isso. Se esses sons estão em movimento, formam uma música, e eles provocarão algum tipo de sensação. A música é abstrata, sempre foi e sempre será. e mais do que isso, é uma das formas mais legítmas e básicas de arte conscientes em sociedade.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Quando você começou a gostar de música de verdade?
T.L.: Toda música pode ser de verdade quando agente encara aquilo como uma verdadeira forma de expressão. Veja bem, eu não sou da geração dos anos 90, mas nasci ouvindo toda aquela parafernália linda dos anos 90. Aquela era a época onde tudo ia por agua abaixo, mas conseguiram produzir muita coisa boa. Além disso, tem as obras mais antigas, grupos como o Kraftwerk expandiram meu gosto e até lá eu curtia outras coisas excêntricas, do post-punk ao industrial. No colégio ainda haviam amigos que gostavam de Nirvana, Sex Pistols, Meat Puppets e coisa e tal.

Tive vontade de ter uma banda quando comecei a ouvir Nine Inch Nails. Eu queria fazer música sozinho, como o Trent Reznor, talvez por não ter outras opções na época e porque pra mim valeria muito mais apena aquela cumplicidade estética e ideológica que só acontece quando estamos sozinhos. Quanto mais intimista, mais sairá dali um conceito polido e expressivo o suficiente.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Quais são as bandas Inspiradoras para você?
T.L.: Então, eu acho que cada época teve a sua virtude e ajudou a insipirar alguma coisa....

Tem aquelas que flertam mais com o pop como o Nine Inch Nails, Beck ou Radiohead, assim como aquelas que ficaram num circuito mais específico... Pere Ubu, Talking Heads, Sonic Youth, Merzbow, The Residents, Velvet Underground, Throbbing Gristle, Frank Zappa...  tem muito artista que já passou por aí e deixou sua marca como um relâmpago.

Existe uma afeição por músicos vanguardistas não ligados ao rock também, coisas mais antigas, experimentos como o do Stockhausen.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Você acha que a música é coisa de momento, ou dá futuro mesmo?
T.L.: A música nunca é coisa do momento. O que é do momento não é música.

Infelizmente, nem tudo o que vale apena se imortaliza como muitos acreditam, mas concerteza haverá alguma forma de achar esse tipo de artista que vale apena por referencia ou influencia, mesmo que a muito custo.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Você faz faculdade, ter banda atrapalha nos estudos, ou é tudo normal?
T.L.: Faço Produção Audiovisual. Nada é facil, tudo atrapalha e ao mesmo tempo nada atrapalha.

Acho que depende do ponto de vista e da força de vontade. Se voce se concentra em determinada forma de ver as coisas, não atrapalhará, mas nem sempre é assim. Eu preferiria não fazer nenhuma faculdade pra me dedicar apenas a arte, mas mudei de idéia pra levar o projeto adiante.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: Você sente dificuldades em trabalhar com a música?
T.L.: Nunca é dificil trabalhar com aquilo que realmente se quer fazer, só é trabalhoso. Nós estamos dispostos a pagar o preço por fazer o que desejamos, o que vai exigir paciência porque escolhemos mecher com coisas que algumas pessoas não estão tão acostumadas a ver ou ouvir.

Muitas pessoas vão nos odiar ou imaginar coisas a nosso respeito por causa daquilo que queremos fazer, mas temos noção total disso.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos: E a fama? (risos)
T.L.: (Risos) Um bando de doido mechendo com experimentalismo... Bom, agente ainda tá realmente começando, não temos nada disponível pra mostrar, só um EP bem antigo que fiz em 2008, se não me engano, e masterizei pra lançar no começo desse ano.

Agora agente ja tem muita coisa nova e diferente que ainda não saiu do papel, mas temos fé que conseguiremos nos apresentar e lançar o nosso primeiro cd (mais acessível talvez), Mousike Tecne, até o final do ano.

A fama pode esquecer, e ainda bem, mas ficaremos felizes se houver algum tipo de reconhecimento, ou se conseguirmos provocar quem merecer ser provocado.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos:  Qual a mensagem que você deixa para todos aqueles que querem seguir a carreira de músico?

T.L.:  Bom, eu não sou exemplo pra ninguém... mas a unica coisa que acharia legal dizer é para serem sinceros consigo mesmos. A música e o rock não tão aí pra ter mulher ou dinheiro, ou mesmo pra, sei lá, enfim... o fato é que no Brasil ainda temos muita restrição artística. Nossa "crítica musical" é reacionária e grande parte dos ouvintes também gostam de segregar as coisas. Ja é a hora de darmos mais espaço pro novo de agora, aprendendo com aquilo que já se foi, e sem deixar de vislumbrar o futuro também.

E só para divulgar... a banda foi convidada pra fazer parte de uma compilação tributo ao Eraserhead, filme do David Lynch, junto com ótimos artistas da música experimental no Brasil e em outros países também. Não sei quando ficará pronto, vai depender de diversos fatores, mas em breve estará disponível o download gratuito pra todo mundo conferir no orkut e site oficial.

Questionário:

Deus: Sou deísta agnóstico.
Família: Cabeça Dinossauro!!
Amigos: Amigos amigos, bandas a parte.
Time do coração: Nenhum.
Nunca faria: Direito. haha
Sempre fui atraído por: Tudo o que for estranho, desconfortável, triste ou repugnante.
Minha maior qualidade: Acho que vou morrer um dia né?
Meu pior defeito: Aí só existindo.
Sendo tímido aprendi: Timidez e frustração te leva a novas dimensões.
Sempre quis dizer: Macaco verde!
Nunca usaria: Uma camiseta do Metallica (risos)
Minhas escolhas são baseadas em: Tédio.
Amor: Música.
Uma pessoa: Charles Manson (risos)
Uma cidade: São Paulo.
Um pais: Não faz muita diferença.
Uma estação do ano: A que chover mais.
Uma comida: Queijo.
Memórias escritas são pra mim: Coisas que eu já esqueci. Porque sou muito esquecido.
Uma frase: A verdade não existe, vivemos apenas dentro de pontos de vista.


Se você quer conhecer a banda:

Os links:
http://www.blogger.com/goog_527089641
http://www.kakophilia.com/ (se estiver fora do ar, tente http://www.studiolari.com/clientes/kakophilia)

EP inteiramente experimental, não é o conteúdo principal da banda. Em breve estará disponível o primeiro cd com músicas mais completas e acessíveis.

Mediafire: http://www.mediafire.com/?tvz1yiyontj
Pure Volume: http://www.purevolume.com/Kakophi


Enfim segue ae @Dyedre_P e @Musicaacultura



24 de jul de 2010

Galneryus: Metal Inovador Japonês




 
Bem, começo dizendo que o Galneryus é uma banda de Power metal/Speed Metal de Osaka, Japão. A banda foi formada em meados de 2001, inicialmente composta por syu(guitarra) e Yama-B (vocal), a ideia para formação da banda partiu de Syu quando decidiu criar uma banda diferente de suas outras (Spinalcord, Animetal e Valkyr), um tempo após o fim de sua banda Valkyr, Syu começou a procurar integrantes para o que viria a ser o Galneryus no futuro, ele começou com Yama-B, o qual havia ouvido no rádio e que compartilhava a ideia de criar uma banda de power metal.Logo que encontraram músicos de suporte, eles começaram a compor, ensaiar e fazer shows. O que levou ao lançamento do CD demo United Flag que como ocorre com muitos artistas novos o CD teve apenas um número limitado de cópias.No mesmo ano foi lançado o Álbum Rebel Flag.

A garra e determinação dos integrantes da banda renreram-lhes a assinatura com a gravadora VAP (também gravadora da banda Animetal de Syu), que propôs um acordo que resultou no lançamento do primeiro álbum oficial da banda, o "Flag of Punishment", em outubro de 2003. O trabalho de arte deste e todos os outros álbuns da banda foram feitos por Yoshitaka Amano, que é conhecido por trabalhos como "Final Fantasy" e "Vampire Hunter D".

A gravação do disco em que haviam músicas de power metal que lembravam as músicas de Malmsteen, do qual Syu tem grande influência, foi bem aceita pela imprensa e pelo público, a partir daí a banda foi considerada partir inovadora da cena musical japonesa. Mas, foi o segundo álbum, "Advance to the Fall", lançado em 2005 que revelou a banda para o mundo, principalmente graças a música "Silent Revelation".

Em 2006, a banda volta para o estúdio para gravar o 3º álbum, "Beyond of the despair...", este álbum foi mixado pelo time sueco SHEP, fazendo com que as influências européias ficassem mais em evidência. Logo depois, o Galneryus lança seu primeiro DVD ao vivo, o "Live for Rebirth", que mostra a banda melhor do que nunca em suas apresentações ao vivo pela turnê "Die For Rebirth".

Depois de participar do festival Pure Rock Japan 2006 e do Tribute to Death Note com a música "SERENADE" o baixista Tsui sai da banda e em seu lugar entra Yu-To(atual guitarrista da banda DELUHI), com a grande habilidade de Yu-To as melodias do Galneryus vão ficando cada vez mais complexas e mais perfeitas. Em agosto de 2007 é lançado o álbum "One for all - All For One", a turnê deste álbum rendeu a banda o DVD "Live for One - Live For All" lançado em 2008.No mesmo ano a banda lançou seu 5º álbum, "Reincarnation"(masterizado por Ten Jansen, que efetuou grandes trabalhos com bandas como MUCC, Sepultura e Iron Maiden), um mês o lançamento deste álbum foi noticiado a saída de Yama-B do Vocal, a saída se deu por causa de mudanças no estilo da banda durante o tempo, a saida foi de comum acordo e todos concordaram que isso era o melhor a fazer. Yama-B deixou o galneryus logo após o fim da turnê "Back to the Flag" entre os dias 23 de outubro e 6 de dezembro.

Após a saida de Yama-B ouve muita incerteza sobre quem assumiria seu posto, depois de muita discussão ficou decidido que quem assumiria seria Masatoshi Ono. No mesmo ano Ono fez uma apresentação com a banda no Loud PArk Festival. O baixista Yu-To também disse deixar a banda para se dedicar mais ao seu projeto paralelo a banda "Deluhi" na qual é chamado de Leda, Yu-To foi substituido por Taka. Ainda em 2009 a Banda lançou duas coletâneas “Best Of The Braving Days” e “Best Of The Awakening Days”

No dia 21 de abril de 2010 a banda lançou o single “Beginning Of The Resurrection” em que Masatoshi Ono já ocupava os vocais e em 23 de junho foi lançando o álbum "Ressurection", juntamente com o álbum foram lançados dois singles "destiny" e "You're the Only".

PS: Vale lembrar que o guitarrista Syu tem uma habilidade sobre-humana digna de poucos guitarristas.

Bem galera, essa foi uma pequena parcela da história do galneryus, quem quiser saber mais vou deixar o site oficial e dois videos da banda e um do Syu em matéria da Young Guitar aqui embaixo e agora eu vou nessa até qualquer dia e Rock on \,,/

Site official - http://galneryusyumacher.com/


Confiram algumas músicas:

My Last Farewell

Seu navegador não suporta o vídeo.


Destiny

Syu tocando - Silent Revelation






Seu navegador não suporta o vídeo.


@gah_m7 e @Musicaacultura 

22 de jul de 2010

Gulivers e LeChevais: Futuro da nação!























Você que curte bem rock brasileiro deve lembrar ''Nas favelas, no senado sujeira pra todo lado ninguém respeita a constituição mas todos acreditam no futuro da nação'', bom pra quem não sabe é do Legião Urbana - Que País é Esse?, bom o futuro da nação deve ser essas duas bandas, Gulivers e LeChevais, vocês conhecem mais o LeChevais por indicar essa banda desde o mês passado, que aceitou e fez uma entrevista com a gente, agora Gulivers é o outro que indico com orgulho, ambos são do Rio Grande do Sul, cidade de Porto Alegre, menos o vocalista do Gulivers que é de Caxias, mas todos são gaúchos, estado da mesma banda foda Cachorro Grande, e da banda que podia ser melhor mas está decaindo muito a Fresno, não estou falando por mim do Fresno e sim de meu amigo que é fã mesmo da banda, mas continuando do Futuro da Nação, agradeço ao Fagui baterista da banda LeChevais que mostrou a banda deixo os myspace deles:
LeChevais: http://www.myspace.com/lechevais
Gulivers: http://www.myspace.com/guliversrock
O Twitter:
Lechevais: http://twitter.com/LeChevais
Gulivers: http://twitter.com/Gulivers


21 de jul de 2010

Bandas Gauchas, Paulistas enfim o Rock brasileiro ressurgindo

Onde a patria que eu moro e nasci, o Brasil sempre foi aquele país sub-desenvolvido por tudo, principalmente no Rock'N'Roll. Bandas como Legião Urbana, Blitz, Raul Seixas, Barão Vermelho e Mutantes, revolucionaram o nosso rock'n'roll mas chego em 2010 com decepções como Cine e Restart, que tem coragem de falar que é happy rock, mas não vou ser critico nisso!, vou falar de outras bandas que merece mais destaque que eles, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso e Titãs mesmo velhos são ótimos mas queremos algo que podera substutuir mesmo eles, bandas estão surgindo Strike apesar de ser um hard core está evoluindo cada vez mais, Dead Fishsem comentários a cada CD que lançam mostra que é umas das melhores bandas do Brasil, Nx Zero me decepciona a cada dia que ouço o novo CD deles, estão cada vez mais ruim ao vivo, Fresno antigamente era tão bom mas agora caiu de produção. Mas eu fui atrás de outras bandas e conheci desconhecidas e em ascenção. LeChevais, o novo Cachorro Grande do Sul, uma banda que estou admirando seu carisma e seu respeito pelos seus fãs, MindFlow não toca português mas está seguindo passos do Sepultura, mas mesmo assim Boa Sorte!, Korzus uma banda paulista, que é de thrash metal, evolui cada vez mais, mas hoje no começo da noite graças ao baterista do LeChevais conheci uma banda que está começando e merece destaque Gulivers, que também é gaúcha, e sinceramente bandas gaúchas do nosso Brasil estão de parabéns evoluindo e crescendo. Um dia prometo e faço uma entrevista com os Gulivers, que conheci hoje, depende deles. Bom só sei que o nosso Rock'n'Roll está voltando e vamos lá ROCK É IMORTAL (dedico isso pra o @tutoriaal e pro @CarloosFF perguntem depois pra eles no twitter porque). VIVA AO ROCK ACREDITE NAS BANDAS NACIONAIS \o @Denny_3 e @Musicaacultura

20 de jul de 2010

Em Breve Entrevista com o Mindflow :D


Olá pessoal! Vim Avisar que o MindFlow a maior sensação do aplicativo do Orkut: Guitar Flash, aceitou uma entrevista com o nosso blog.

A Entrevista vai ser por email, mas vou querer conhece-los pessoalmente pois são da cidade de São Paulo. Quero agradecer à eles por aceitar esta entrevista e quero que vocês ajudem eles no TOP 10 MTV, uma revolta contra aquela moda e para que eles sejam conhecidos pelo Brasil, como o Korzus, uma banda thrash metal brasileira que está crescendo a cada dia.

Mindflow, valeu mesmo por aceitar! \o

Votem para nosso futuro:
http://music.mtv.uol.com.br/artista/mindflow/videos/453056/thrust_into_this_game 
@Denny_3 e @Musicaacultura.
 

19 de jul de 2010

Entrevista com o LeChevais

Eae Pessoal! Aqui é o Denny, do blog Música: A Cultura dos Nossos Ouvidos. Hoje vou fazer uma entrevista com o baixista Renan Nickel baixista dos Le Chevais. Uma banda que se caracteriza por suas letras ótimas e verdadeiras. Bom vou começar:

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : Eae caras, tudo bem com vocês? Bem, vocês são do Rio Grande do Sul onde a história protestante do Brasil começou. Vocês querem mostrar o que para o povo em suas letras?

Renan Nickel : Olá. Tudo bem sim, e começo 
agradecendo pelo convite, lembrança e espaço no blog.Respondendo a pergunta, procuramos sempre passar uma mensagem positiva e verdadeira para o ouvinte. Sabemos da importância que uma música pode representar na vida de alguém e por isso tentamos passar o melhor a ela.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : Vocês têm influências? Citem algumas.


R.N. :  Ah... Como a maior parte dos músicos de bandas nós crescemos ouvindo rock. Bandas como Guns n’ Roses, Red Hot, Nirvana, Foo Fighters. Pra falar a verdade nossa maior influência hoje é a própria LeChevais por tudo aquilo que acreditamos ter potencial para criar.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : As bandas que vocês tem mais influências mostraram o que pra vocês decidirem ser famosos?

R.N. : Na real a fama não é o nosso principal objetivo. Essas bandas que citei antes mostraram amor a aquilo que faziam. Mostraram a arte através de suas faces e verdade nas músicas que compunham. Por ai tu podes ter idéia do que pensamos pro futuro.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : LeChevais.  Porque esse nome? Algo especial?

R.N. :  A banda foi batizada pelo Léo. A gente tinha o projeto, mas faltava o nome. Então um dia ele apareceu com esse, tirado de um tênis famoso dos anos 80/90. Curtimos, decidimos por ele e o pluralizamos. Depois de um tempo que descobrimos que LECHEVAL significa CAVALO em francês. Daí então fica na imaginação de vocês (risos).

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : Vocês querem ser iguais a outras bandas brasileiras? Começarem lá fora e depois virem pra cá?

 R.N. : Não entendi bem a pergunta, mas respondendo pelo que entendi, queremos fixar raiz aqui no Brasil. Fazer o maior número de pessoas conhecerem nossa arte e depois sim partir pra outros lugares. Acreditamos que temos potencial pra ser uma banda internacional.

Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : Vocês são bem carismáticos com seus fãs. Pretendem fazer uma música pra eles?

 R.N. : Na verdade todas as músicas são feitas pro público. A história de cada uma é particular, mas a intenção é que os fãs/público gostem.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : A ‘’A Música do Espaço’’, a mais recente música de vocês é o single do primeiro EP da banda. O que mais vocês falam desse EP?


R.N. : Esse EP é meio que o “fim” de um ciclo. Trabalhamos nessas músicas há dois anos. Quem acompanha a banda desde 2008 já conhece as músicas. Ficamos bem orgulhos do resultado e acredito que as pessoas que esperam por ele também irão se orgulhar. Ficou com a cara da banda e por ser dividido entre músicas mais “cleans” e músicas mais pesadas, agradará a todos.


Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : O Blog ‘’Música: A Cultura dos Nossos Ouvidos’’ ajuda vocês a divulgar seus trabalhos. O que você acha do blog? Vocês gostaram mesmo do blog?


R.N. : Ajuda com certeza. Apoiamos locais e iniciativas que buscam divulgar a arte por ai. O blog tem um poder gigantesco pois está a alcance do público e eles lêem todos os dias. Ficamos felizes por poder participar desse meio.
Música A Cultura dos Nossos Ouvidos : Bom por hoje é só, mas deixo cada um mandando uma mensagem pra seus fãs.

Renan Nickel, Léo e Fagui : A LeChevais é uma banda nova, mas que já se orgulha da quantidade de pessoas que a seguem (não falo de Twitter aqui) e a admiram. O que podemos deixar pra vocês é que estamos ligados em todo e qualquer manifesto de carinho. Obrigado pela força e aproveitem suas vidas da melhor forma possível. Cultivem o amor e sejam felizes. Abraço!

Bom gente, eu não conheci eles ao vivo, mas falamos por email. Mas mesmo assim Obrigado Renan, Léo e Fagui muito sucessos pra vocês!!! 



16 de jul de 2010

Angra: Aqua novo trabalho e a volta de Ricardo Confessori


A banda paulista Angra, depois de 4 anos sem lança CD novo, a banda lançará o Aqua, CD ainda sem previsão de lançamento no Brasil (Na Europa a pré-venda está prevista para 24 de setembro). Esse será o primeiro CD lançado após a volta de Ricardo Confessori a banda.




A lista de músicas do novo álbum:

1 Viderunt Te Aquæ
2 Arising Thunder
3 Awake From Darkness
4 Lease Of Life
5 The Rage Of The Waters
6 Spirit Of The Air
7 Hollow
8 A Monster In Her Eyes
9 Weakness Of a Man
10 Ashes
11 Lease Of Life (Remixed Version)

E essa semana foi lançado o 1º single do CD, Arising Thunder.
Ta muito foda!
 Confiram:   

 




Seguem ae @Renan_Soares_gd e @Musicaacultura

15 de jul de 2010

Mindflow: Banda Brasileira com o estilo do Dream Theather


Mindflow é uma banda brasileira de metal progressivo fundada na cidade de São Paulo.
Criada em 2003, a banda lançou seu primeiro trabalho Just the Two of Us… Me and Them (2004) O grupo, com a turnê Let Your MindFlow realizada de maio de 2004 a junho de 2006, passou pela Ásia, Europa e todo o Brasil arrecadando prêmios em sites especializados e rádios do gênero.

Em 2005 o destino foi a Coréia do Sul, onde o MindFlow participou em dois festivais patrocinados pelo governo coreano na cidade de Daegu: E-Sports Festival, evento realizado numa avenida do centro da cidade, transmitido ao vivo na rede de televisão aberta do país; e atuou como banda principal no 2º Duryu Rock Festival. Além disso, a banda fez duas apresentações próprias na cidade de Seul. O MindFlow já havia embarcado para a Espanha em 2004 para participar no ProgMetal Fest, realizando shows em Madrid, Palência, Barcelona e Girona. Na cidade de Girona, a apresentação ocorreu na sala “La Mirona”, uma das maiores do país, e na ocasião foi gravado um DVD do grupo.

E agora a banda está ganhando fama por causa do jogo ‘’guitar flash’’ com as músicas deles, como: Breakthrough, Under an Alias e Thrust into This Game.
Escutem e curtam:


Seu navegador não suporta o vídeo.

 

Seguem ae @Renan_Soares_gd e @Musicaacultura 

The Kinks: Não foram tão famosos mas demostraram suas ideologias


The Kinks foi uma banda de rock britânica formada em Londres, em 1963, por Ray Davies, Dave Davies e Pete Quaife.
 A formação original era composta por Ray Davies (guitarra guia, vocalista principal, piano, compositor principal), Dave Davies (composições, guitarrista principal, vocais), Pete Quaife (baixo, vocais) e Mick Avory (bateria).

 The Kinks, que tiveram como primeiro nome The Ravens, começaram sua carreira em 1962, tendo gravado seu primeiro compacto pela Pye Records, com um sucesso de Little Richard: “Long Tall Sally”, mas foi no terceiro single que ficaram conhecidos. “You Really Got Me” pode ser considerada o nascimento do heavy metal, em 1964.

 Embora não tenham sido inovadores como os Beatles ou populares como os Rolling Stones, os Kinks foi uma das mais influentes bandas da Invasão Britânica e provavelmente a mais representativa do movimento Mod, juntamente com o The Who e o Small Faces.Durante sua carreira o grupo se tornou famoso por seus conflitos, tanto públicos quanto privados, particularmente entre os irmãos Ray e Dave, que frequentemente resultavam em agressões.
Depois de uma carreira que atravessou os anos 60, 70 e 80 com algumas mudanças de formação, os Kinks se separaram nos anos 90, quando os projetos solo dos irmãos Davies passaram a ter mais importância para eles.
No começo de 2000 rumores de uma reunião dos Kinks começaram a circular, mas incidentes ocorridos com os irmãos Davies em 2004 (Ray levou um tiro na perna ao perseguir assaltantes em Nova Orleans, em 4 de janeiro; Dave, em 30 de julho, sofreu um derrame cerebral em Londres) adiaram quaisquer tentativas de reagrupar a banda.

 Escutem e curtam:

Seu navegador não suporta o vídeo.



Seguem ae @Renan_Soares_gd e @Musicaacultura

Guitar Hero e Rock Band ajuda ou prejudica os músicos rockers??


Games eletrônicos de hoje como Rock Band Guitar Hero, ajuda ou prejudica nossos ídolos rockers?? Bom pra meu ver tem um lado ruim e o lado bom. O lado bom é ver umas bandas desconhecidas, o povo conhecer mais eles, mas é ruim pra aqueles que conhece há um longo tempo. O lado ruim é ver um monte de posers de bandas superfamosas, e prinicpalmente de uma coisa, como Jimmy Page disse: ''Muitos vão querer ficar só ficar na guitarra-controle invés de aprender na guitarra que é mais dificil e ao meu ver os nossos direitos musicais vão pro lixo'' concordo com ele nesse ponto por que quando  estava conversando na minha classe pois eles não gosta de rock nem um pouco, só fala bosta. Ai eles começaram 'cantar' a intro da Iron Man do Black Sabbath e eu falando que a música por sinal ela inteira é foda, e eles gosta da guitarra deles é muito bom, e eu falando que eles cantam bem e por sinal não fica falando como eles falam que Rock é só gritaria, mas Rock é gritaria?? aonde eles virão isso??, bom eu comentei que a música é da minha banda predileta e eles não acreditaram, eu mostrei e os posers que gostam de Restart e Justin 'Biba' Bibber, ficaram impressionados, hoje eles respeita os rockers principalmente nosso grande funk rock Mamonas Assassinas. Bom por hojé é só @Denny_3 e @Musicaacultura

13 de jul de 2010

Parabens Rockers! e Música que todo mundo conhece mas ninguem sabe o nome 4


Hoje comemoramos a nossa vida, o nosso Rock, nossas bandas nossas influências, exclusivamente ao verdadeiros rockeiros que seguem o blog :D Hoje desde 1986 foi nosso dia, mas sinceramente todo dia é nosso dia :D Headbangers, Punks, Alternativos e Hard Rock's que esse dia seja bem rock 'n' roll e todos ouçam suas bandas que idolatram :D aproveito e vou fazer o post sobre


''Música que todo mundo conhece, mas ninguem sabe o nome parte 4''

Bom a abertura e o encerramento do blog, é da abertura dos Cavaleiros do Zodiaco: Saga de Hades Santuário, cantada pela Larissa Tassi, a primeira música é da banda  Cantos do Maldito do Terra do Nunca, que é do single do EP deles Olha a minha cara, essa música é conhecida por causa da voz da vocalista e o refrão bem agressivo. A segunda é da banda britânica The Police, Message in The Blotter, conhecida como Mensagem na Garrafa, todo mundo conhece por causa do Guitar Hero e também a banda por fazer a abertura do CSI Las Vegas. A terceira é do The Cure, uma das melhores bandas da década de 80 com a música Friday I'm In Love, conhecida por ser o segundo single mais conhecido deles. A Quarta é da banda punk norte americana The Offsping - Pretty Fly For a White Guy, conhecida por esse trecho ''(Gunter glieben glauchen globen) Give it to me baby, a-ha, a-ha!'' uma banda que junto ao Blink 182 e Green Day fez sucesso na decada de 90 com o punk rock (a segunda revolução do Punk). A quinta é da banda New Order  que é conhecida por fazer a música Blue Monday 60 Miles An Hour (que está no video) uma banda que por sinal é conhecida igual ao Depeche Mode, por fazer hits eletrônicos. Bom esse post agradeço ao Tavim, @Rma1994 (por ser o novo modera da comu do blog) @Renan_Soares_gd e @Denny_3 e com certeza segue ao nosso twitter @Musicaacultura .